Gerenciamento de equipe de manutenção: como identificar perfis para delegação de tarefas.

Gerenciamento de equipe de manutenção: como identificar perfis para delegação de tarefas.

Gerenciamento de equipe de manutenção: como identificar perfis para delegação de tarefas.

O papel da equipe de manutenção dentro de uma empresa é primordial. O setor é responsável por atender as exigências dos clientes referente a custos, suporte, qualidade, entrega, segurança e sustentabilidade. Devido à importância deste departamento, a parte estratégica da manutenção deve estar alinhada com o sistema de gerenciamento da equipe.

 

Ser a parte do departamento que lidera não é fácil. O responsável por executar as tarefas práticas, contudo, também tem seus desafios diários. Da mesma forma, é exigida grande responsabilidade daquele que planeja. Contudo, se um falha, todos caem. A equipe de manutenção é como uma engrenagem, que precisa de cada peça exercendo sua função para poder funcionar bem. Por isso, é importante que cada profissional entenda as suas responsabilidades e o papel de cada um dentro do time. As funções podem variar de acordo com a política e cultura de cada empresa, mas a base e o objetivo são os mesmos.

 

O Técnico de Manutenção é responsável por realizar o diagnóstico e, após, fazer a instalação e manutenção preventiva e corretiva de sistemas, máquinas e equipamentos. Tudo isso conforme procedimentos definidos e de acordo com as normas técnicas. Este profissional também acompanha o cronograma de execução de serviços e registra as manutenções finalizadas.

 

O Planejador de Manutenção, como o próprio nome já diz, é o responsável por todas as atividades que envolvem o planejamento da manutenção das máquinas e equipamentos. Ele é uma peça chave dentro do departamento, e o seu trabalho tem por objetivo elevar a disponibilidade, a confiabilidade e a produtividade de todos os integrantes da equipe e, consequentemente, de toda a empresa.

 

O Engenheiro de Manutenção, também chamado de coordenador ou gerente de Manutenção, tem o papel de coordenar os demais funcionários do setor. Este profissional é responsável por realizar a produção e aperfeiçoamento de instalações, máquinas, motores e demais equipamentos, por responder pelos indicadores de manutenção, por coordenar as rotinas e atividades do setor, por assessorar em atividades como planejamento, contratações e negociações da área, por atuar como facilitador junto aos fornecedores de engenharia e manutenção, prestadores de serviços ou fornecedores de matéria prima, produtos e equipamentos, entre outras tarefas.

 

Quando colocado desta forma, parece fácil identificar a função de cada um. Contudo, não é tão simples assim. Uma boa liderança faz toda a diferença, e saber delegar funções é a principal característica de um bom líder. Aquela conhecida frase “se quer algo bem feito, faça você mesmo” não é a receita para o sucesso de um planejamento. Projetos são realizados por pessoas, e é fundamental que o líder saiba delegar responsabilidades e poderes para as pessoas certas, para que, assim, o trabalho individual possa contribuir para o progresso do projeto como um todo.

 

As principais tarefas de quem coordena consistem em abrir mão do poder, assumir riscos e aceitar erros. Quem planeja deve pensar individualmente em cada integrante da equipe, entendendo que é vantajoso desenvolver as individualidades e aptidões de cada um. Quem executa, por sua vez, deve saber ouvir, mas também pode e deve ser ouvido. Deve ter iniciativa, criatividade e ousadia. Não cumprir somente o que lhe é dado como tarefa: ir além.

 

Quando surge um desafio, todos devem se perguntas:

-       O que fazer?

-       Como fazer?

-       Qual o motivo de ser feito?

-       Quem irá fazer?

Desta forma, com cada um cumprindo seus objetivos, conforme seus propósitos e de acordo com seus perfis, a equipe de manutenção pode caminhar para o sucesso dos seus projetos.